Inspeção de Produtos de Origem Animal

A Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Agrodefesa atua na inspeção industrial, sanitária e tecnológica de toda a cadeia produtiva, desde a produção da matéria-prima até o produto final, visando garantir a inocuidade e qualidade dos alimentos de origem animal manipulados e/ou fabricados no estado de Goiás para a proteção à Saúde Pública.

Áreas de Atuação

As ações de inspeção higiênico-sanitária, industrial e tecnológica dos produtos e subprodutos de origem animal, seus derivados e resíduos de valor econômico incidem:

  1. Nos estabelecimentos industriais de abate de animais e seus entrepostos de derivados cárneos;
  2. Nos estabelecimentos industriais de laticínios e seus entrepostos de recebimento, refrigeração e distribuição de leite;
  3. Nos estabelecimentos industriais de pescados, seus entrepostos de produtos e subprodutos;
  4. Nos estabelecimentos industriais de mel e produtos relacionados e seus entrepostos;
  5. Nos estabelecimentos industriais de ovos e derivados e seus entrepostos;
  6. Nos estabelecimentos industriais de transformação e manipulação de produtos e subprodutos de origem animal e seus resíduos de valor econômico;
  7. Nas agroindústrias da agricultura familiar.

Equipe

  • Coordenador dos Estabelecimentos de Carne e Derivados: Paulo Roberto Lucas Viana Filho
  • Coordenadora de Frigoríficos de Aves e Peixes: Flávia Ribeiro Resende Borges
  • Coordenadora de Frigoríficos de Bovinos e Suínos: Marta Ferreira Correia Viana
  • Coordenadora de Rotulagem: Cláudia Bueno Alves
  • Coordenadora dos Entrepostos de Ovos e Mel: Fabiane Missima
  • Coordenadora dos Estabelecimentos de Leite e Derivados: Juliana Alves Dias
  • Coordenadora dos Programas de Autocontrole (PAC): Kathleen Strozzi
  • Gerente de Inspeção: Eurípedes Divino Amorim

Registro de Inspeção de Produtos

O registro no Serviço de Inspeção Estadual inicia-se com a aprovação da Planta e Memorial descritivo do estabelecimento na Gerência de Inspeção - GEINSP. Em seguida os outros documentos são entregues à Gerencia de Cadastro e Convênios - GECCO para a autuação do processo e solicitação do laudo de vistoria inicial. Com o laudo de vistoria inicial favorável e os memoriais de rotulagem aprovados, o estabelecimento receberá a autorização para iniciar suas atividades.