Governo de Goiás

Agência Goiana de Defesa Agropecuária

Procure o que você precisa:
Segunda, 19 de Novembro de 2018
Notícias
Em curso sobre legislação de agrotóxicos, técnicos focam em conscientização e padronização de procedimentos
01/11/2018 13h33 - Atualizado em 08/11/2018 10h18

Na última etapa de treinamento de técnicos da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) sobre a nova legislação de agrotóxicos, realizada hoje (1º/11) no Hotel Alphapark, em Goiânia, os técnicos da Gerência de Fiscalização Vegetal/Coordenação de Agrotóxicos e outros palestrantes discorreram sobre a necessidade de conscientização de toda a cadeia produtiva com vistas à observância dos dispostivos legais e ao uso racional dos produtos, de modo a garantir a produção de alimentos com menores danos às pessoas e ao meio ambiente.

Organizado pela Agrodefesa, em parceria com entidades como Associação Nacional dos Distribuidores de Insimos Agrícolas e Veterinários (Andav), Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), Associação Goiana de Engenheiros Agrônomos (Aeago), Superintendência Federal da Agricultura (SFA Goiás) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia Crea-Goiás), o treinamento reuniu cerca de 50 engenheiros agrônomos e técnicos de áreas afins.

O presidente da Agrodefesa, José Manoel Caixeta (que está em gozo de férias) esteve presente na abertura do evento, quando falou sobre a importância da nova legislação de agrotóxicos em Goiás, incluindo a implementação do Sistema de Inteligência e Gestão Estadual de Agrotóxicos (Sigea) e o Projeto Agroativo, que classifica as propriedades rurais quanto ao cumprimento da legislação. Ele ressaltou também que a cadeia produtiva rural cresceu muito nos últimos anos, mas precisa avançar mais com adoção de novas tecnologias produtivas, incluindo equipamentos modernos, defensivos químicos de qualidade, sementes certificadas e agricultores conscientes. Ele informou aos presentes sobre a publicação de Instrução Normativa no Diário Oficial do Estado permitindo o uso do agrotóxico Benzoato até meados do próximo ano em Goiás.

 

Programação

A abertura dos trabalhos foi feita pelo gerente de Fiscalização Vegetal da Agrodefesa, Márcio Antônio de Oliveira e Silva, que destacou a importância do treinamento que já foi ministrado a mais de 160 engenheiros agrônomos da Agradefesa em diversas regiões do Estado. Em todas as etapas, o objetivo é orientar os fiscais estaduais agropecuários sobre a nova legislação de agrotóxicos, visando a padronização dos procedimentos, na busca de melhores resultados na política de fiscalização vegetal no Estado. Também marcaram presença na abertura do evento o executivo em Goiás da Andav, Ademir Pereira da Silva; a executiva em Goiás do Inpev, Acilamar Vilelta; do presidente da Aeago, José de Souza Reis; do representante do Crea, Kleber Fidelis Satildes e o represente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, João Pedro Fiorini.

A primeira palestra foi proferida pelo coordenador de Agrotóxicos da Agrodefesa, Rodroigo Baiocchi Lousa, que abordou os temas Projeto Agroativo e Sigea. Depois foram realizadas palestras institucionais sobre a atuação do Inpev, proferida por Acilamar Vilela; e da Andav, proferida por Ademir Pereira da Silva. Já no período da tarde, Rodrigo Lousa voltou a fazer palestra com abordagem específica da nova legislação de agrotóxicos, apresentando de forma detalhada a Lei Estadual nº 19.423/2016 e o Decreto nº 9.286/2018, que a regulamentou.

Assessoria de Comunicação - 3201-3546



Avenida Quarta Radial, Quadra 60, Lote 01/02, Setor Pedro Ludovico, Goiânia, CEP: 74.830-130

© Copyright 2014. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento