Veterinários da Agrodefesa têm curso de atualização do Programa Estadual de Sanidade Avícola

Capacitação objetiva repassar orientações e esclarecer dúvidas sobre a operacionalização das ações, padronizar procedimentos e facilitar a prática cotidiana dos fiscais nas unidades Regionais e Locais da Agência

Em duas videoconferências, uma realizada hoje (15/9) e outra agendada para amanhã (16), a Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Agrodefesa, órgão do Governo de Goiás, está ministrando curso para 100 médicos veterinários fiscais estaduais agropecuárias, focado na Operacionalização das Ações do Programa Estadual de Sanidade Avícola (Pesa).

Neste primeiro dia, foram repassadas orientações técnicas sobre o Programa, com foco em temas como atualização da legislação, novas funções do Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago), análise de risco nas granjas comerciais e outros. As atividades seguem amanhã tratando do registro de granjas comerciais, atendimento a notificações de enfermidades (nova legislação), auditorias dos termos de fiscalização em 2020, doença de New Castle (DNC) e desdobramentos da missão chilena que visitou Goiás no ano passado com o propósito de ampliar as importações de carne de aves.

Na abertura dos trabalhos, o diretor de Defesa Agropecuária, Sérgio Paulo Coelho, cumprimentou a todos os participantes e falou da importância do treinamento, ressaltando que Goiás é um grande produtor comercial de frango e ovos, com exportação crescente de produtos e por isso mesmo precisa garantir a sanidade dos plantéis.

Sérgio Paulo também disse ser fundamental que todo o corpo técnico da Agrodefesa tenha conhecimento da legislação e das inovações que vão surgindo, para que possa padronizar os procedimentos nas suas atividades, atuando com eficiência na execução do Programa Estadual de Sanidade Avícola e no atendimento das demandas registradas em cada uma das regiões do Estado.

Ações práticas

A coordenadora do Programa Estadual de Sanidade Avícola, médica veterinária Silvânia Andrade Reis, explicou que a programação do curso busca tratar da forma mais prática possível as questões vividas no cotidiano das Unidades Regionais e nas Unidades Locais da Agrodefesa, levando em conta também as demandas recebidas pela coordenação. Os participantes puderam fazer questionamentos e esclarecer dúvidas sobre todos os aspectos da operacionalização das ações no seu dia a dia.

Vale ressaltar que o Pesa tem como objetivos gerais definir ações que possibilitem a certificação sanitária do plantel avícola nacional e favorecer a elaboração de produtos avícolas saudáveis para o mercado interno e externo; disponibilizar produtos avícolas no mercado com qualidade comprovada através do controle e/ou erradicação de enfermidades avícolas, bem como a prevenção à entrada de doenças exóticas preservando a constante geração de emprego/renda e certificar a sanidade dos rebanhos avícolas do Estado de Goiás.

Mais especificamente, tem como meta expandir os mercados internos e externos; controlar e/ou erradicar as principais doenças avícolas; prevenir a introdução de doenças exóticas no estado; manter sob vigilância as doenças avícolas; realizar o monitoramento sanitário em estabelecimentos que alojem aves de produção.

O programa abrange o controle e erradicação da doença de newcastle e influenza avíaria, o controle e certificação de núcleos e estabelecimentos avícolas, livres para Salmonelose e Micoplasmose. As principais atividades desenvolvidas são:

  • Fiscalização de estabelecimentos avícolas;
  • Vigilância ativa para doença de new castle e influenza aviária;
  • Monitoramento de estabelecimentos para salmonelose e micoplasmose;
  • Cadastramento de estabelecimentos avícolas;
  • Controle do trânsito;
  • Vigilância passiva das aves de subsistência e na avicultura industrial;
  • Vigilância ativa (captura e colheita de amostras) das aves migratórias;
  • Registro e fiscalização das granjas comerciais de corte, postura comercial e demais espécies não classificadas como aves de produção;
  • Participação na divulgação do PNSA (programa nacional de sanidade avícola), junto à sociedade, através de diversas atividades de educação sanitária.

Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) – Governo de Goiás – 98508-9325