Agrodefesa intercepta e devolve ao Estado de origem cargas ilegais de citros

Maior risco em situações como essa é a possibilidade real de introdução e disseminação de pragas ainda inexistentes no Estado

Nos últimos 15 dias, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), órgão do Governo de Goiás, interceptou e devolveu ao Estado de São Paulo dois caminhões carregados de citros (limão e tangerina) que se destinavam a Anápolis e Brasília sem documentação legal. A abordagem foi feita pelas equipes das Unidades Móveis de Fiscalização que constataram a inexistência de Permissão de Trânsito de Vegetais (PTV), documento que é imprescindível no transporte de vegetais.

Foram identificadas as origens das cargas por meio da Nota Fiscal, mas não havia dados de certificação das áreas produtoras e por isso não foi possível atestar a fitossanidade dos produtos. O maior risco é a introdução e disseminação de pragas ainda inexistentes em Goiás, causando grandes prejuízos econômicos aos produtores e ao Estado. Em ambos os casos, os condutores dos caminhões foram multados e orientados a retornar ao Estado de origem com as mercadorias.

Cuidados

A Agrodefesa alerta aos compradores e distribuidores de produtos vegetais, principalmente citros, no sentido de que, ao efetuarem compras, verifiquem informações básicas como origem, certificação das áreas produtoras, cadastro na Unidade de Defesa Agropecuária do Estado de origem, e também exijam a emissão da PTV para o transporte. Do contrário, correm o risco de perder toda a mercadoria.

Em Goiás, a Agrodefesa desenvolve amplo programa de prevenção e controle de pragas de citros, principalmente o cancro cítrico, e mantém fiscalização permanente com o objetivo de evitar a introdução e disseminação de pragas. Além da interceptação de cargas ilegais, outra ação de vigilância é a proibição do comércio ambulante de mudas, que embora já esteja legalmente banido em Goiás, algumas pessoas ainda insistem em praticá-lo.

Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) – Governo de Goiás – 3201-3646

Caminhão que transportava citros de forma ilegal foi interceptado por fiscais da Agrodefesa  

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.